Álcool e cirurgia bariátrica

Após a cirurgia bariátrica, algumas questões devem ser consideradas ao se ingerir bebidas alcoólicas com frequência:

I. É comum após a cirurgia, que os pacientes sintam os efeitos do álcool mais precocemente, sentindo-se, por exemplo, tontos com uma dose menor do que a necessária para sentir este mesmo sintoma na época da obesidade. Isto acontece porque após a cirurgia, uma enzima que metabolizava o álcool no estomago torna-se presente em menor quantidade, fazendo com este seja absorvido mais rapidamente pelo intestino, alcançando precocemente a corrente sanguínea e causando mais cedo seus efeitos.

II. Boa parte destas bebidas, como a cerveja, possuem uma grande quantidade de carboidrato. Desse modo, o consumo frequente de bebidas alcoólicas após a cirurgia pode atrapalhar a perda de peso.

III. O álcool também pode ocasionar uma depleção mais acelerada das vitaminas do complexo B, como a vitamina B12, cujo tempo entre as injeções (que normalmente é de 6 meses). Ainda, além da vitamina B12, o consumo excessivo de álcool pode ocasionar o chamado “beri-beri bariátrico”, devido à deficiência de vitamina B1. Os sintomas começam com fadiga, “peso” nas pernas, esquecimento, vômitos, formigamento nos pés, perda de memória, dentre outros. O diagnóstico é dado através de exames bioquímicos. Não deixe de se consultar rotineiramente com seu cirurgião e nutricionista. E caso algum desses sintomas apareçam, procure-os imediatamente.

Desse modo, o consumo de álcool após a cirurgia deve ser mais bem controlado e eventual!

Untitled Document
Centro Clínico Via Brasil: SEPS 710/910, Salas 337 / 339 - Brasília - DF. Segunda à Sexta das 08:00h às 18:00h. Tel.: +55 61 3242-7542 / 61 3442-8337 / 61 3442-8389