Gravidez e Cirurgia Bariátrica

Após a cirurgia bariátrica, as chances de uma paciente engravidar são maiores em relação ao período pré-operatório, uma vez que com a perda de peso de peso e de gordura, os hormônios sexuais são controlados, favorecendo o aumento da fertilidade.

A gravidez por si só é um período que demanda maior atenção nutricional, uma vez que há aumento das necessidades de nutrientes, especialmente quando se trata de uma gestante bariátrica. A cirurgia bariátrica causa um aumento da demanda de diversos nutrientes, devido à menor absorção e menor ingestão alimentar.

Porém, a cirurgia não é um impedimento para uma gravidez saudável. Estudos demonstram que este procedimento não está associado à ocorrência de complicações perinatais, pelo contrário, alguns observaram que após a cirurgia bariátrica, aumenta-se o número de partos no tempo certo, de partos vaginais e diminui-se o número de recém-nascidos grandes para a idade gestacional (GIG). Ainda, a cirurgia favorece uma gravidez com menor risco de desenvolver diabetes gestacional, hipertensão, embolia, pré-eclampsia e infecção do trato urinário, quando comparado a uma gravidez na obesidade. Todos esses dados demonstram que o estado nutricional da mulher antes e durante a gestação afeta o bem estar materno-fetal.

Certos nutrientes são críticos no suporte nutricional da gestante bariátrica e necessitam de suplementação específica. Dentre eles: a proteína, o ácido fólico, o cálcio, o zinco, o ferro, vitaminas D, B12 e A. A suplementação adequada desses nutrientes evita danos ao feto, como retardo do crescimento fetal, anemia e até sua morte.

Além de uma suplementação específica para o período da gestação, certos cuidados são imprescindíveis como não pular as refeições, seguir um plano alimentar adequado em calorias, proteínas e fibras, ingerir água com regularidade e abolir o fumo e as bebidas alcoólicas. Essas são medidas que possibilitam uma gestação tranqüila.

Tendo todas essas informações em vistas, pergunta-se: Qual é o melhor momento para planejar uma gravidez após a cirurgia? É recomendado aguardar, no mínimo, 1 ano após a cirurgia bariátrica para obter uma gravidez segura. O ideal é que a gravidez seja previamente planejada para que ainda no período pré-gestacional, a paciente inicie um preparo nutricional (com médico e nutricionista) para a garantia de uma gestação de maior qualidade ainda. No entanto, caso a gravidez seja algo surpresa, é indispensável que a equipe profissional seja imediatamente procurada.

Antes do fim do primeiro ano de pós-operatorio, a ingestão alimentar, principalmente de proteínas, não é suficiente para atender as necessidades nutricionais de uma gestante. Ainda, o ganho de peso ideal durante a gestação pode não ser alcançado,o que pode prejudicar a saúde do feto. Além disso, certas complicações podem ocorrer, dentre elas maior propensão a vômitos e náuseas; menor taxa de crescimento fetal, aborto e nascimentos prematuros, uma vez que a concepção se dá num período de rápida perda de peso.

Desse modo, o uso de contraceptivos deve ser considerado pelo menos durante o primeiro ano de pós-operatório para se evitar uma gravidez neste período. Atenção! Os contraceptivos orais podem ter sua absorção prejudicada na paciente que foi submetida ao Bypass Gástrico em Y-de-Roux. Assim, após a cirurgia, a mulher em idade fértil deve ser encorajada a procurar orientação profissioanl quanto ao método contraceptivo mais adequado para o seu caso até que se chegue ao momento adequado para uma gravidez de sucesso. Informe ao seu ginecologista que fez a cirurgia e o tipo de tecnica ultilizada.

Lembre-se que uma gravidez segura e bem sucedida pode ser facilitada através de um acompanhamento intensivo com uma equipe multidisciplinar. Informe sempre ao seu cirurgião bariátrico e à sua nutricionista o seu desejo de engravidar e aproveite a sua gestação!

Untitled Document
Centro Clínico Via Brasil: SEPS 710/910, Salas 337 / 339 - Brasília - DF. Segunda à Sexta das 08:00h às 18:00h. Tel.: +55 61 3242-7542 / 61 3442-8337 / 61 3442-8389